X

Prótese Glúteos

Intervenção cirúrgica para a colocação de prótese na região dos glúteos. Indicada para aumentar o bumbum, elevar os glúteos e tratar a flacidez. Muito procurada pelas mulheres, pois esta região do corpo, principalmente para as brasileiras, é sinônimo de feminilidade. As próteses podem ser basicamente divididas entre as redondas e ovais, o médico vai avaliar qual tipo é mais adequado ao corpo do paciente. Os movimentos musculares não são afetados com a implantação da prótese.

A cirurgia para a colocação de prótese de glúteo é cercada por alguns mitos construídos pela falta de conhecimento.  Há um tempo, quando começaram a realizar esse tipo de intervenção, as próteses eram colocadas logo abaixo da pele tornando-a palpável e endurecida precocemente, o que ajudou na construção de uma imagem negativa do procedimento. Hoje, devido ao avanço das técnicas e da evolução dos materiais os resultados são bem mais naturais. A prótese é inserida no meio do maior músculo do glúteo, a colocação profunda impede que ela seja percebida na superfície. As cicatrizes são pouco perceptíveis, medem de 6 a 7 cm e ficam localizadas entre as nádegas. As recomendações para o pré-operatório são as comuns a outros procedimentos cirúrgicos, incluem a realização de exames laboratoriais e suspensão do uso de medicamentos anticoagulantes. A anestesia poderá ser tipo peridural ou raqui. Depois de passar por uma colocação de prótese fica proibida a aplicação de injeção nesta região. Não há razão para preocupações, em caso de emergência, por exemplo, o procedimento adotado é sempre o de ministrar os medicamentos direto na veia. Em outros tipos de tratamento as injeções poderão ser aplicadas no braço.

Pós cirúrgico – Uma dúvida frequente é se logo após a cirurgia o paciente poderá sentar, é claro que no início, as posições mais confortáveis são de lado ou mesmo de bruços, no entanto, o que muitos não sabem é que, para sentar, usamos a parte de trás das coxas e o terço inferior do glúteo, já a prótese é colocada na parte superior, sendo assim, o paciente não irá sentar sobre a prótese. Um dos cuidados a serem tomados para sentar-se é a colocação de apoios sobre as coxas e nas costas, para assim isolar a prótese, permitindo que o paciente sente com menos desconforto. Então, sim, nos primeiros dias, é permitido sentar desde que se tome os devidos cuidados. Deitar de barriga para cima nos primeiros dias fica proibido. Nas primeiras 48 horas o uso de dreno é recomendado para evitar o acúmulo de líquidos.

Retorno às atividades – No período de 10 a 14 dias após a cirurgia a vida social poderá ser retomada, isso inclui caminhar e dirigir. Já as atividades de impacto poderão ser continuadas depois de 2 meses.