X

Mastopexia

Mastopexia ou lifting de mama é a cirurgia plástica feita para levantar os seios, reposicionando a aréola e o tecido mamário removendo o excesso de pele e comprimindo o tecido para obter um formato mais jovem.

É natural que com o tempo as mamas percam sua forma, que a elasticidade da pele diminua consideravelmente e que as aréolas tornem-se alargadas. O caráter rejuvenescedor deste tipo de intervenção pode ajudar nos casos em que o formato das mamas é prejudicado por conta do tempo, gravidez ou mesmo variação de peso. Seios desformes ou caídos podem abalar a feminilidade muitas mulheres, sabemos o quanto esta parte do corpo é importante para auto estima. Durante a cirurgia, o cirurgião plástico tem a oportunidade de corrigir eventuais assimetrias entre as mamas, sejam por causa do tamanho ou do posicionamento. Nos casos de pacientes com mamas caídas e pequenas, geralmente, necessitam de próteses de silicone para o preenchimento adequado. Proporcionado melhor formato e firmeza.A cicatriz pode ficar ao redor da aréola, vertical abaixo do bico e no sulco da mama, finas e discretas

A mastopexia pode ser realizada através de uma variedade de técnicas de incisão. A técnica adequada para você será determinada com base em:

  • Tamanho e forma da mama,
    • Tamanho e posição de suas aréolas,
    • Grau de flacidez da mama,
    • Qualidade e elasticidade da pele, bem como a quantidade de excesso de pele.

Devido ao fato de existir grande variedade de técnicas, é muito importante realizar uma avaliação pré-operatória criteriosa.

Antes da cirurgia são solicitados alguns exames como: eletrocardiograma com avaliação cardiológica, ultrassonografia de mamas, mamografia e exames de sangue.

Pós cirúrgico

Após a cirurgia a paciente deverá usar sutiãs cirúrgicos para minimizar o inchaço e sustentar as mamas. Uso de dreno faz-se necessário nos primeiros dias. Deve-se dispensar cuidado especial com a movimentação dos braços evitando elevá-los acima do nível dos ombros durante os 15 primeiros dias. A paciente deve evitar dormir de barriga para baixo por 15 dias após a operação. Também é recomendável evitar dormir de lado.Com o tempo, o inchaço pós-cirúrgico diminuirá e as linhas de incisão ficarão menos marcadas. O médico deverá receitar medicamentos de uso oral para minimizar possíveis dores e para evitar complicações. Evite a exposição ao sol por pelo menos 3 meses após o procedimento; seguir as recomendações médicas é imprescindível para que o resultado seja satisfatório.

Volta às atividades normais

Após 15 dias caso a recuperação esteja dentro do esperado a paciente poderá retornar ao trabalho. Dirigir por trajetos curtos somente depois de 21 dias. Exercícios leves como caminhadas poderão ser feitos após 1 mês, já as atividades físicas mais intensas deverão aguardar 2 meses.