X

Prótese peitoral

Prótese Peitoral Masculino

Os homens estão cada vez mais vaidosos. Por isso, cada vez mais implantes de silicone no peitoral masculino são realizados no Brasil.
A prótese é indicada em casos de peitoral pouco desenvolvido mesmo com treinamento e quando o músculo não cresceu desde o nascimento, como na síndrome de Poland. As próteses oferecem à região peitoral o contorno desejado e uma aparência natural, mesmo com os músculos flexionados e/ou em movimento. A faixa etária dos homens que procuram colocar próteses de silicone no peitoral encontra-se na casa dos 25 e 40 anos. A cirurgia é indicada somente após os 18 anos. A partir dessa idade, a parte hormonal do homem está equilibrada e as estruturas osteomusculares e a pele já estão desenvolvidas.

A cicatriz é feita abaixo da axila por onde o cirurgião plástico introduz o implante de silicone, cujo tamanho varia de acordo com o tamanho do tórax, a altura e a estrutura óssea. O formato do implante não varia sendo retangular para todos os casos. Vale ressaltar que a prótese masculina é mais firme e mais rígida quando comparada com as próteses femininas.

Este implante é apresentado para o lado direito e lado esquerdo e em diferentes tamanhos. Disponíveis nos tamanhos 190, 230 e 300 mililitros. No Brasil, os volumes mais usados pelos homens são 190 e 230. As de 330 mililitros são mais indicadas para pacientes bem alto. O implante peitoral pode ser encontrado em superfície lisa ou texturizada, variando em volume e dimensões, de acordo com as necessidades de cada paciente.

Após 48 horas, o paciente pode lavar o local. A cinta peitoral deve ser usada por dois meses para ajudar na adesão dos tecidos, manter as próteses no local e diminuir os inchaços e sangramentos. A recuperação pede cerca de 15 dias de repouso, sendo que, com 30 dias, é possível voltar a atividades leves. Não se deve levantar os braços por 21 dias. Exercícios e esforços somente cerca de três meses depois ou conforme a orientação de cada médico. Exposição solar sempre com fator de proteção.

Orientações pós-operatórias

  • Mantenha repouso relativo nos 3 primeiros dias.
  • Não tire a malha elástica ou molhe o curativo neste período.
  • Não levante os braços acima do ombro por duas semanas.
  • Evite esforços por 14 dias.
  • Siga rigorosamente a prescrição médica.
  • Não utilize outros analgésicos além dos recomendados.
  • Salvo em casos especiais, alimentação livre a partir do segundo dia
  • Volte ao consultório para curativos subsequentes e controle pós-operatório nos dias e horários estipulados.
  • Não dirija antes de 2 semanas.
  • A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias gradativamente.
  • Os exercícios físicos leves como caminhadas podem ser iniciados após 20 dias.
  • Natação, vôlei e musculação após 90 dias.

Resultados:

O resultado de aumento do volume já é visto no pós-operatório imediato. Porém, o resultado final só é visto após 6-8 meses com a diminuição do inchaço e cicatrização total.

A inserção das próteses de silicone no peitoral masculino devem ser feitas por um cirurgião plástico e é imprescindível que ele seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Por se tratar de um procedimento invasivo dever ser realizado em ambiente hospitalar seguro com equipe médica altamente qualificada.