SEIOS GRANDES PODEM CAUSAR PROBLEMAS NA COLUNA

Atualizado: 4 de Dez de 2018

Nas mulheres, a hipertrofia mamária pode ser classificada em quatro graus de acordo com o tamanho e peso excessivo das mamas. Nos estágios mais avançados, recebe o nome específico de gigantomastia. Para determinar se a paciente possui as mamas grandes o cirurgião plástico usa vários parâmetros de análise, como: o peso, altura, largura do tórax e estrutura osteomuscular.


Além do comprometimento estético e dos danos psicológicos que ocasionam, mamas muito volumosas são responsáveis por problemas físicos, como desvios na coluna, má postura, dificuldade de movimentação, defeitos que serão irreversíveis se a correção for realizada tardiamente.


O tratamento para o problema é a correção por meio de intervenção cirúrgica.A mamoplastia redutora tem como objetivo reduzir o volume, deixando as medidas em harmonia e equilíbrio.

A principal vantagem da cirurgia plástica é o resultado imediato, já que após a operação é possível visualizar a redução do tamanho das mamas. A intervenção ainda proporciona o remodelamento dos seios, melhorando o seu formato. A técnica utilizada para reduzir as mamas varia conforme o caso e as necessidades da paciente.

A indicação da cirurgia deve ser feita com critérios rigorosos e todos os fatores que podem influenciar o processo devem ser discutidos entre o especialista e a paciente.

Posts recentes

Ver tudo